Categoria Geral  Noticia Atualizada em   11/05/2015   às  11:09:28                   
Prncipe Harry quer ter filhos mas est espera da pessoa c
Foto: www.dn.pt
O Príncipe Harry é um dos solteiros mais cobiçados em todo o mundo, mas o quinto na linha de sucessão ao trono britânico confessou que aos 30 anos ainda está à espera de encontrar a "pessoa certa" para "partilhar a pressão".
Em entrevista à Sky News, o irmão de William, que recentemente foi pai da segunda filha, a princesa Charlotte Elizabeth Diana, admitiu que gostaria muito de ter filhos, "mas há um processo que é preciso atravessar" antes de começar uma família. "Estou bem sozinho. Seria ótimo ter alguém ao meu lado para partilhar a pressão. Mas o tempo virá e o que tiver de acontecer, acontece".
A vida amorosa do príncipe Harry - assim como a de toda a família real britânica - atraiu desde sempre uma grande atenção mediática. Entre as suas relações mais conhecidas, encontram-se a que manteve com Chelsy Davy, de forma intermitente, ao longo de cerca de cinco anos. Em 2014, separou-se da atriz Cressida Bonas, depois de uma ligação que durou dois anos.
"Chega uma altura em que pensas que é tempo de assentar, ou então que ainda não é. Julgo que não é possível forçar este tipo de coisas, acontecem quando têm de acontecer", sublinhou o príncipe, que é capitão no exército britânico e, atualmente, se encontra na Nova Zelândia, depois de ter passado um mês a trabalhar com a armada australiana. Harry admitiu que gostaria de não ter perdido o nascimento da segunda sobrinha, mas revelou que o irmão lhe enviou fotos da recém-nascida. "Estou ansioso para a ver, para a conhecer e pegar nela. Ela atrasou-se um bocadinho, por isso perdi o nascimento", disse a sorrir. "Mas à parte de tudo isso, são notícias fantásticas para a Kate e o William. Estou muito feliz por eles".
Harry anunciou no passado mês de março que iria abandonar o exército em junho, explicando que se encontrava numa "encruzilhada" na sua vida. À Sky News, disse que a maioria dos colegas que tinham entrado quando ele para o exército já tinham saído, acrescentando que ao assumir maiores deveres reais ficaria sem tempo para se concentrar na carreira militar. Na mesma entrevista, o filho mais novo do príncipe Carlos explicou que gostaria de ter um papel que lhe permitisse "devolver algo" às pessoas. "No futuro, se queremos fazer uma grande contribuição, ou válida, e ser levados a sério, teremos [eu e o William] de trabalhar com outras pessoas", concluiu.

Fonte: www.dn.pt
 
Por:  Desire Duque    |      Imprimir