Categoria Geral  Noticia Atualizada em   13/05/2015   às  11:09:28                   
Aps polmica com ex-namorada e me de santo, Henri Castelli
Foto: caras.uol.com.br
Apesar do desentendimento com a ex-namorada, Juliana Despirito, mãe da pequena Maria Eduarda, de 1 ano, o ator Henri Castelli continua focando na sua vida profissional e no atual namoro com a modelo colombiana Diana Hernandez. Na noite desta terça-feira, 12, ele publicou uma foto onde aparece beijando Diana e se declarou: "Te amo, meu amor. Momentos especiais".

Depois, Henri divulgou mais duas fotos da novela I Love Paraisópolis, que estreou nesta semana na Globo, e ainda postou um texto sobre um dos líderes do espiritismo kardecista Chico Xavier. O texto traz a mensagem de que tantos os momentos ruins quanto os bons acabam em algum momento. "Tudo passa", escreveu ele na legenda.

No final de semana, Henri se envolveu em uma polêmica com a ex depois que publicou uma foto da filha vestida de biana, com uma guia, e no colo de Mãe Neide Oyá D´Oxum. "Muita energia boa e muito amor no coração com Sua Vovó preta, como ela mesma chama a "netinha" meu Copinho de leite... Eu, que infelizmente não tive a alegria nessa vida de ter uma Vovó viva, ela ainda tem uma a mais de alma", escreveu o ator, provocando a ira de Juliana Despirito, que reclamou: "Minha filha foi um presente de Deus, ela não pertence a nenhum outro espírito que não o Espírito Santo de Deus! Ao invés de falar de amor e de bondade, seja de verdade! Pare de fingir o que você não é! Não adianta ser bonito por fora quando é escuridão por dentro! Eu que sou mãe, eu que cuido!"

A declaração de Juliana repercutiu negativamente e a assessora de imprensa foi acusada de ter preconceito. "Não acho certo eu ver minha filha vestida de mãe de santo sem ter idade e discernimento das coisas. Se desabafei aqui é pq sou feita de carne e osso e tive os meus motivos! Como mãe me senti muito desrespeitada", justificou ela, depois.

Mãe Neide chegou a cogitar processar a ex-namorada de Henri pelas declarações: "O tempo do cativeiro JÁ FOI. Hoje não precisamos mais nos esconder. E além disso, temos LEIS que olham por nós. Estamos amparados pela legislação brasileira e aqueles que nos insultam, ofendem e difamam podem responder em juízo. Estamos em um país laico. Os menos avisados podem verificar a Constituição Brasileira – Artigos 215 e 216, bem como o Estatuto da Igualdade Racial – Cap. III, Artigos 23 e 24. Para nós, maior do que DEUS, NINGUÉM. Nossa religião, a Umbanda traçada com Nagô, cultua os Orixás africanos e Entidades iluminadas. Infelizmente, a energia negativa dos seres humanos acaba encharcando o cotidiano de maldade e do preconceito de todo um passado (e presente) de repressão. Continuamos sempre com muita fé e amor no coração. Que Oxalá abençoe a todos. Axé!", escreveu ela.

Fonte: caras.uol.com.br
 
Por:  Desire Duque    |      Imprimir