Categoria Geral  Noticia Atualizada em   14/05/2015   às  11:09:28                   
Andressa Urach retira o cateter no brao aps 70 dias
Foto: ego.globo.com
Andressa Urach retirou do braço o cateter por onde era administrado diariamente doses de antibiótico. A modelo, que teve o tubo inserido em sua pele após sofrer uma infecção nas pernas e nos glúteos por conta de aplicação de PMMA e metacril, ficou com o cateter no braço direito por 70 dias e fez a retirada nesta quarta-feira, 13. Sem ele, Urach matou o desejo de entrar no chuveiro sem a preocupação de molhar o curativo.
"A melhor coisa foi tomar um banho de verdade! Pois tinha que plastificar o braço com papel filme toda vez. Estou muito feliz! Mesmo os médicos falando que tenho uma bomba relógio no meu corpo (o PMMA e o metacril), eu creio na minha cura porque estou viva por um milagre de Deus!", diz ela.
Segundo Andressa, foi ela quem convenceu o médico Felipe Tozaki a retirar o cateter antes do tempo. "Ele até queria deixar mais tempo, mas eu pedi que não. Hoje é meu dia de liberdade! Não foi fácil, pois o cateter exigia uma higiene muito cuidadosa para se evitar uma infecção no local e não podia dormir do lado do braço. Enfim o pesadelo acabou depois de tanto tempo!", comemora.

O objetivo do médico que cuidou da última internação de Andressa em fevereiro foi não só combater a infecção que a modelo trazia nos glúteos como também evitar um novo problema deste tipo. Assim que deixou o hospital em março, Felipe Tozaki explicou ao EGO: "O cateter é para tomar a medicação por dois meses. Ele pode ficar por um ano no corpo. Hoje, acabou essa batalha, mas a guerra continua. Ao fim do antibiótico, a gente vai avaliar. Ela está com um quadro de atrofia muscular e está com medicação para diminuir a reação dela ao PMMA".

Fonte: ego.globo.com
 
Por:  Desire Duque    |      Imprimir