318820 Noticias - Azeite de oliva e oleaginosas ajudam a prevenir a perda da m  -  Desire Duque




Categoria Geral  Noticia Atualizada em   13/05/2015   às  11:09:28                   
Azeite de oliva e oleaginosas ajudam a prevenir a perda da m
Os benefcios da alimentao saudvel em relao aos infartos ou aos derrames so conhecidos, e as evidncias cientficas a respeito so cada vez mais contundentes. O maior trabalho realizado na Espanha sobre essa questo, o chamado Predimed, com dados de
Azeite de oliva e oleaginosas ajudam a prevenir a perda da m
Foto: www.msn.com
Agora, os mesmos autores do trabalho anterior, dirigidos por Emilio Ros, do Instituto de Pesquisas Biomdicas August Pi i Sunyer (Idibaps), do Hospital Clnico de Barcelona, se concentraram em outro aspecto: a funo cognitiva entre as pessoas idosas (mdia de idade de 67 anos). E observaram que o mesmo regime alimentar enriquecido com azeite e nozes tambm previne ou retarda a perda de faculdades mentais associadas ao envelhecimento na populao saudvel.

O estudo foi publicado nesta segunda-feira no JAMA Internal Medicine. E tem a particularidade, como explica Ros a este jornal, de que compara pela primeira vez pessoas submetidas a uma dieta enriquecida com uma populao-controle, avaliadas no incio e no final do experimento, de quatro anos de durao.

Entre os participantes do primeiro grupo foram selecionadas 115 pessoas s quais se deu um suplemento de um litro por semana de azeite de oliva extra e 147 que tomaram uma rao de 30 gramas por dia de uma mistura de nozes (15 gramas), avels e amndoas. Para os outros 145 participantes simplesmente se recomendou diminuir o contedo de gordura de sua alimentao. As capacidades cognitivas foram medidas por uma bateria de nove testes neuropsicolgicos.

Ao trmino do estudo os pesquisadores constataram que as pessoas que consumiram a dieta mediterrnea reforada com suplementos tinham uma capacidade cognitiva melhor que a do grupo de controle, que tinha sofrido perdas maiores na funo cerebral. Os que consumiram oleaginosas preservaram melhor a memria (uma das provas para avali-la consistia em memorizar sete palavras e lembr-las depois de sete minutos). Entre os que consumiram azeite de oliva, as vantagens se relacionaram funo executiva (entre outros aspectos, eram mais rpidos na hora de unir com um trao 12 nmeros postos ao acaso sobre um papel). Essa melhora da funo cognitiva independe de variveis como a idade ou o sexo dos participantes (dos 447 voluntrios, 223 eram mulheres). As duas dietas melhoraram significativamente os resultados do grupo de controle, destaca Ros, que tambm dirige um grupo no Centro de Pesquisa Biomdica em Rede-Fisiopatologia da Obesidade e Nutrio.

O pesquisador enfatiza que os resultados so aplicveis populao saudvel, como estratgia preventiva, mas nunca como um tratamento para frear os efeitos de um processo de demncia quando os sintomas j comearam a se manifestar. [A dieta analisada] detm a deteriorao cognitiva associada idade, mas no momento no podemos dizer que possa prevenir, por exemplo o Alzheimer, embora, sim, a condio patolgica prvia ao Alzheimer, comenta. Alm disso, o experimento mostra como uma mudana de hbitos, neste caso, alimentares, um recurso eficaz para prevenir a degenerao cognitiva, embora ocorra em idades avanadas.

"Os efeitos benficos provavelmente se devem grande quantidade de agentes anti-inflamatrios e antioxidantes [desses produtos]"
Emilio Ros

O trabalho no aborda o mecanismo de ao preventiva do azeite e das oleaginosas. Os efeitos benficos provavelmente se devem grande quantidade de agentes anti-inflamatrios e antioxidantes [desses produtos], indica Ros. Por isso, no adiantaria com azeite de oliva refinado, mas somente com o extra virgem puro sumo da azeitona, nas palavras do investigador, muito rico em polifenis. Algo parecido, quanto s propriedades, sucede com as nozes, que so o segundo alimento vegetal com maior poder antioxidante, depois do quadril de rosa, o fruto de um tipo de roseira selvagem.

Em um ambiente caracterizado pelo aumento da expectativa de vida, o interesse pela preveno da deteriorao fsica, cognitiva e emocional relacionada com a passagem dos anos est cada vez mais concentrando esforos da comunidade internacional de pesquisas. Rafael Tabars, catedrtico de Psiquiatria na Universidade de Valncia e principal pesquisador de um dos grupos do Centro de Pesquisa Biomdica em Rede de Sade Mental, conhece bem os trabalhos relacionados com o mbito cognitivo.

Apesar dos esforos realizados, as nicas estratgias que demonstraram eficcia para frear a diminuio das faculdades mentais associada com a idade no so farmacolgicas h, sim, medicamentos quando a demncia se manifestou, mas esto relacionados com os hbitos de vida saudveis. As mais estudadas tm a ver com os efeitos positivos e protetores da atividade fsica moderada e intensa em pessoas saudveis em comparao com os comportamentos sedentrios. H trabalhos que apontaram para a dieta, apesar de as evidncias cientficas serem menores, explica Tabars. A importncia deste trabalho consiste em que refora a tese protetora da dieta, e nos permite pensar que, se benfica para as pessoas idosas, tambm ser para a populao em geral.

Fonte: www.msn.com
 
Por:  Desire Duque    |      Imprimir