318834 Noticias - Diferente do Corinthians, Guaran do Paraguai paga em dia  -  Desire Duque




Categoria Geral  Noticia Atualizada em   13/05/2015   às  11:09:28                   
Diferente do Corinthians, Guaran do Paraguai paga em dia
Se no Corinthians atletas como Ralf, Elias, Guerrero, Renato Augusto, Jadson, Danilo e Emerson Sheik esto h oito meses sem receber os direitos de imagem, no Guaran, adversrio desta quarta-feira pela Libertadores, a situao bem diferente. Comandado
Diferente do Corinthians, Guaran do Paraguai paga em dia
Foto: www.msn.com
Quem conta o ex-volante Erick Mattos, revelado pelo Londrina e com passagem pelo Coritiba. Ele jogou dois no time aurinegro e, durante sua passagem por Assuno, sempre viu o dinheiro cair no dia combinado na conta, at durante o longo perodo em que passou fora de combate devido a uma cirurgia no joelho.

"Na minha poca, o time no tinha muita estrutura, deixava a desejar em algumas coisas, mas sempre cumpriam o combinado, e isso segue at hoje", garante, em entrevista ao ESPN.com.br.

Mattos encerrou a carreira pelo time paraguaio em 2008. Desde ento, porm, o clube aurinegro segue contando com a fama de bom pagador, de acordo com a imprensa paraguaia.

O responsvel por deixar tudo em dia no Guaran o presidente Juan Alberto Acosta, dono do Grupo Acomar, que trabalha com alumnio, ferro e ao e movimentou US$ 81 milhes (R$ 245 milhes) no ano passado. Segundo Erick, o dirigente apaixonado pela equipe e inclusive vai ao vestirio conversar com os atletas.

"Ele um cara muito bacana, sempre me tratou muito bem e deu todo o suporte que precisei quando operei o joelho. Ele ia sempre ao vestirio conversar com a gente, mantinha os salrios sempre rigorosamente em dia e mostrava muito interesse por tudo no time", afirma o ex-atleta, que hoje trabalha em uma empresa no Paran.

"O nico problema quando ele falava em guarani com os jogadores, eu olhava e no entendia nada (risos). lngua esquisita! O jeito era dar risada", brinca.

O ex-jogador tambm ressalta os investimentos que o cartola fez no Guaran, considerado um clube menor de Assuno, para tentar colocara equipe no mesmo patamar dos gigantes Olimpia e Cerro Porteo, ao menos na estrutura.

"A gente no tinha academia, sala de fisioterapia, sala de imprensa... Mas mudou tudo. Hoje o clube tem uma outra viso, moderna, pra frente, e est brigando pau a pau na Libertadores com um time grande como o Corinthians. O presidentre investiu muito na base, que hoje muito forte e revela vrios jogadores", relata.

No jogo de ida, na ltima quarta-feira, o Guaran venceu o clube paulista por 2 a 0, no Defensores del Chaco, e agora joga por um empate na Arena Corinthians, nesta quarta, para avanar para as quartas de final da Libertadores.

Fonte: www.msn.com
 
Por:  Desire Duque    |      Imprimir