318863 Noticias - Brasil tem conjuntura difcil e precisa de esforo fiscal  -  Desire Duque




Categoria Geral  Noticia Atualizada em   13/05/2015   às  11:09:28                   
Brasil tem conjuntura difcil e precisa de esforo fiscal
A economia do Brasil atravessa uma conjuntura difcil, com perspectiva de retrocesso de 1% do PIB em 2015, e dever se esforar para atingir sua anunciada meta de supervit fiscal - afirmou nesta tera-feira um alto funcionrio do Fundo Monetrio Internac
Brasil tem conjuntura difcil e precisa de esforo fiscal
Foto: exame.abril.com.br
" uma conjuntura difcil. O pas est em um ano que ser marcado pela contrao" de seu Produto Interno Bruto (PIB), disse o funcionrio na divulgao do relatrio completo da misso do FMI no Brasil.

Segundo o funcionrio, a previso de uma queda do PIB de 1% em 2015 foi resultado "da soma de todas as informaes disponveis" at o final de fevereiro deste ano, e est confirmada pela reunio anual do FMI em abril.

Desde ento, "h alguma informao que se tornou disponvel, algumas notcias, mas o resultado da consulta se mantm".

ADVERTISEMENT

Para 2016, o FMI prev um crescimento de cerca de 1%, iniciando uma sequncia de ndices de crescimento superiores a 2% a partir de 2017, para atingir 2,5% em 2020.

Nesta tera, o FMI divulgou o texto completo do relatrio sobre sua misso de consulta no Brasil. Nas 200 pginas do documento, o Fundo busca compreender a complexidade da situao que coloca o pas diante da perspectiva de recesso este ano.

Para o Fundo, sero necessrios esforos complementares para se atingir a meta de supervit primrio equivalente a 1,2% do PIB.

"Uma consolidao fiscal ambiciosa necessria para reduzir a dvida pblica e restaurar a credibilidade das polticas", acrescenta o texto.

Para os peritos do FMI, "o impulso das reformas, da expanso da renda e das condies externas favorveis - que permitiram um crescimento apoiado no consumo e no crdito e a reduo da pobreza - perdeu fora".

Em consequncia, verificou-se uma forte desacelerao dos investimentos, como reflexo de uma eroso da competitividade, "a deteriorao do ambiente de negcios e a queda dos preos das commodities".

Para o FMI, a confluncia de um "crescimento estancado, inflao alta e deteriorao das finanas pblicas representa desafios difceis", em um cenrio marcado por riscos externos.

O organismo com sede em Washington destaca a importncia de se "fortalecer a credibilidade da poltica econmica e a confiana do mercado", alm de se "promover os investimentos e a competitividade" para se estabelecer as bases de um crescimento "forte, equilibrado e firme".

Fonte: exame.abril.com.br
 
Por:  Desire Duque    |      Imprimir